Cooperação entre Cidades

Cidades que desejam trocar experiências com uma cidade que encara problemas relacionados em outra região do globo são encorajadas a se inscreverem para o programa IUC de cooperação entre cidades em desenvolvimento urbano sustentável. Por meio do programa, líderes locais e especialistas técnicos municipais estarão aptos a se conectarem e a conhecerem novas perspectivas em questões urgentes de desenvolvimento sustentável.

Representantes de cada cidade farão parte de viagens de estudo, intercâmbio de pessoal, treinamentos e seminários, e projetarão um plano de ação para dirigir o desenvolvimento urbano sustentável.

Ao juntar-se à cooperação entre cidades do IUC, sua cidade vai:

APRENDER: Ter acesso a novas formas de abordar desafios e beneficiar-se de um leque mais amplo de boas práticas.

COMPARTILHAR: Ajudar outras cidades a resolver questões pelo compartilhamento de sua própria experiência e conhecimento transmitido.

TROCAR: Abrir sua cidade ao diálogo e às parcerias com novas contrapartes globais e relevantes interessados (públicos e privados).

MOSTRAR: Exibir suas melhores práticas e conquistas internacionalmente.

IMPLEMENTAR: Trabalhar com novos parceiros para tornar sua visão de desenvolvimento urbano sustentável uma realidade.

 

As cidades selecionadas se comprometem a cooperar intensivamente com suas cidades parceiras por, pelo menos, 18 meses e a compartilhar atualizações sobre seu progresso. As cidades também concordam em desenvolver um Plano de Ação Local de desenvolvimento urbano sustentável sobre a prioridade de troca de conhecimento identificada. Depois desse período, as cidades se comprometem a reportar sobre seu progresso e sobre as ações concretas a serem executadas no futuro. Cada cidade assinará um Acordo de Parceria para isso.

Os Planos de Ação Locais seguirão uma metodologia comum, alinhada à experiência do programa URBACT, financiado pela União Europeia, a qual deve ser desenvolvida através de um processo inclusivo a múltiplos interessados. Os Planos de Ação Locais devem incluir atividades e projetos pilotos economicamente viáveis que possam ser realizadas no curto prazo e que encorajem o envolvimento de pesquisa, negócios e comunidade local.

As cidades participantes se tornarão parte de uma grande comunidade de contrapartes e interessados em desenvolvimento urbano sustentável.

Para assegurar uma troca e um desenvolvimento bem-sucedidos de medidas e ações, as cidades precisam dedicar uma quantidade adequada de tempo e de recursos para implementar o trabalho. Esses recursos devem ser suficientes para a ambição dos planos desejados.

Medidas e ações a serem implementadas contribuirão para o alcance dos objetivos da Agenda 2030 da ONU com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, a Nova Agenda Urbana, o quadro Sendai e o Acordo de Paris, melhorando a qualidade de vida nas áreas urbanas. 


 Seleção das cidades na América Latina

 

O Componente 1 do Programa de Cooperação Urbana Internacional (IUC-LAC) consiste em fomentar acordos de cooperação entre cidades da América Latina e Europa em temas de desenvolvimento sustentável. Para isso, são selecionadas cidades em ambos os continentes para fazer pares.

Para participar do IUC-LAC, as cidades da América Latina participaram de um processo de seleção aberto em cada país. As cidades interessadas puderam enviar formulários de inscrição com informações relevantes para a equipe do IUC-LAC decidir pelas melhores.

O objetivo desse processo foi proporcionar um método de análise eficiente e transparente para selecionar municípios/cidades inicialmente em três países da América Latina: Argentina, Brasil e Colômbia.

Portanto, a seleção buscou analisar as inscrições de acordo com os critérios definidos pela coordenação do IUC. A seleção seguiu alguns passos específicos de avaliação:

 

1.       Análise dos Formulários de Inscrição

O primeiro passo foi desidentificar os formulários, a fim de evitar parcialidade ou discriminação e garantir que o processo de seleção estivesse relacionado com os critérios de seleção da convocatória. Os nomes das cidades foram substituídos por um código alfanumérico.

 

2.       Elaboração de uma Planilha Central

Depois de analisar cada resposta incluída no questionário, as informações mais importantes foram extraídas e incluídas em uma planilha de dados central. Essa planilha tinha todos os códigos alfanuméricos e todas as informações que deviam ser avaliadas de acordo com os critérios de seleção estabelecidos pelo IUC.

 

3.       Critérios de Pontuação

Inicialmente, antes da análise da Planilha Central, havia uma pontuação padrão para cada item da planilha de dados, de forma objetiva ao que se solicita na seleção.

A partir disso, considerando a importância do Comitê de Seleção, as pontuações finais foram discutidas entre a equipe do IUC-LAC, as associações de municípios em cada país e outras organizações – a depender das particularidades dos países. A pontuação final se baseou nas condições precedentes e as cidades com melhores pontuações foram consideradas escolhidas.

Na Argentina foram selecionadas quatro cidades, no Brasil seis e na Colômbia quatro. Esses municípios compõem o Grupo 1 da cooperação entre cidades.

 

Acesse os documentos explicativos do processo de seleção de cidades em cada país:

Argentina  Brasil  Colômbia

 

Os Critérios de Seleção usados foram:

Argentina Brasil  Colômbia

 

          Grupo 1 da Cooperação entre Cidades

Em novembro de 2017, começou o primeiro grupo de cooperações entre cidades. Esse primeiro grupo de 14 cidades da Argentina, Brasil e Colômbia foi selecionado com o apoio dos governos e associações municipais em 2017, e suas contrapartes europeias foram escolhidas pela unidade central de apoio do IUC em Bruxelas.

Durante a cooperação, haverá dois encontros entre as equipes municipais: o primeiro encontro é uma visita da cidade europeia para familiarização com as condições de sua parceira na América Latina. A segunda visita é a da cidade da América Latina à Europa para conhecer as práticas exitosas em gestão urbana no tema da cooperação.

A cooperação entre as cidades elaborará um Plano de Ação de Cooperação, e um desenho inicial de um projeto piloto. A cooperação dura haté 18 meses. Especialistas do IUC-LAC apoiam o processo de cooperação e a elaboração do Plano de Ação e a estrutura inicial de um projeto piloto.

 

         Cronograma

O IUC-LAC desenvolveu uma metodologia de trabalho que envolve uma série de atividades entre as cidades associadas. Abaixo, uma agenda geral:

·        Encontro de Cidades do IUC da Argentina e do Brasil com suas parceiras europeias em Bruxelas (Novembro de 2017)

·        Evento de Lançamento na Colômbia (Dezembro de 2017)

·        Visitas de Cidades europeias a suas parceiras na América Latina (Fevereiro – Maio de 2018)

·        Primeira reunião virtual de revisão (Abril – Maio de 2018)

·        Visita de Cidades da América Latina a suas parceiras na Europa (Maio – Junho de 2018)

·        Finalização dos Planos de Ação (Julho – Setembro de 2018)

·        Segunda reunião virtual de revisão (Setembro de 2018)

·        Participação das cidades no I Cities and Energy Week em Bruxelas (Outubro de 2018)

·        Publicação dos Planos de Ação das Colaborações (Novembro de 2018)

 

                              Conheça os pares e seus temas de cooperação

Argentina:

Buenos Aires + Madri (Espanha): Renovação Urbana

San Justo + Pavlos Melas (Grécia): Gestão de resíduos sólidos e Renovação Urbana

Río Grande + Albacete (Espanha): Turismo, energia renovável e apoio a empreendedores

Rosario + Gênova (Itália): Cidade inteligente e energia limpa

 

Brasil:

Araripina + Santo Tirso (Portugal): Reabilitação de ribeiras de rio e soluções naturais para seu manejo

Belo Horizonte + Almada (Portugal): Cidade inteligente e crescimento econômico

Benedito Novo +  Alba Iulia (Romênia) Revitalização de áreas urbanas, turismo sustentável e estratégias para a elaboração de planos de desenvolvimento urbano sustentável

Consórcio ABC + Turim (Itália)Mobilidade urbana e cidade saudável

São Leopoldo + Eixo Atlântico com as cidades de Braga (Portugal) & Viana do Castelo (Portugal): Áreas verdes urbanas

Vitória + Sevilha (Espanha) Água e controle de inundações

 

Colômbia:

Armenia + Almería (Espanha)Transporte sustentável

Cali em parceria com Medellín + Belfast (Irlanda do Norte)Processo de paz e gestão do pós-conflito

Ibagué + Graz (Áustria): Desenvolvimento de agropólis e transporte sustentável

Pereira em parceria com La Virginia + Porto (Portugal)Cidade inteligente, energia e água

 

         Grupo 2 da Cooperação entre Cidades

Cidades do Grupo 2 – Chile e Peru – foram selecionadas em Junho de 2018. Sua colaboração com as cidades europeias ocorrerá até novembro de 2018.

 

Para acompanhar as atividades do IUC-LAC de mais próximo e mais rápido, acesse nosso site.